Elimine obstáculos, entenda e pratique a roda da abundância

O comprometimento pessoal te faz viver experiências únicas e suas
22 de agosto de 2018
Você já aprendeu a receber?
5 de setembro de 2018

Elimine obstáculos, entenda e pratique a roda da abundância

Abundância é o que você e todo ser humano tem disponível como forma de viver.

A ferramenta roda da abundância serve para todos! E falo em abundância não só no sentido de posse. Não se trata apenas de dinheiro e sim de ter abundância em todas as áreas da vida. Diferente do que a maioria pensa, a abundância da sua vida já existe, no entanto se em alguma área da sua vida ela ainda não te alcançou é porque provavelmente existem fatores limitantes que necessitam serem quebrados para que ela chegue até você.

Usando a ferramenta Roda da Abundância poderemos eliminar esses obstáculos começando pelo compreendimento claro do que é ser abundante.

A roda da abundancia funciona através de 4 verbos ( Declarar, Solicitar, Arriscar e Agradecer)  e ela é dividida em duas partes ( dar e receber).

É claro que por traz de cada verbo e cada uma das partes da roda, estão diversos princípios “escondidos” que um coach ou excelente mentor pode lhe ajudar a descobrir cada um desses princípios e como viver baseado neles.

Leia também ~> Propósito de vida: não negocie o seu!

Princípio (do latim principiu) significa o início, fundamento ou essência de algum fenômeno.

Também pode ser definido como a causa primária, o momento, o local ou trecho em que algo, uma ação ou um conhecimento tem origem. Sendo que o princípio de algo, seja como origem ou proposição fundamental, pode ser questionado. Outro sentido possível seria o de norma de conduta, seja moral ou legal.

Ou seja, por trás de uma vida abundante há princípios a serem seguidos através da disciplina e comprometimento. Em outras palavras, não espere que Deus ou o Universo faça o trabalho todo de tornar sua vida próspera se você não participa dela como ator principal.

Por dentro da roda da abundância

Vamos então falar da primeira parte da roda da abundância, onde o primeiro verbo é Declarar.

A roda da abundância - Declarar

A roda da abundância – Declarar

Aqui é onde você declara – como diz o verbo- o que você quer.

Vamos pensar nisso. Porque a maioria das pessoas não são prósperas? Porque será que ainda lutam e acordam para sobreviver?

Será que os ricos dominaram toda a fortuna do mundo e os bancos centrais estão completamente sem dinheiro ? Será que não há como produzir mais dinheiro?

Parece mais fácil acreditar nisso do que perceber que o simples fato de declarar o que se quer esta diretamente conectado com o senso de identidade do ser humano.

O que você realmente quer?

Se o Gênio da lampada aparecesse agora e lhe fizesse essa pergunta, o que você responderia?

Ta bom, talvez você queira algo mais real. E se Deus falasse ao seus ouvidos: “O que você quer? “.

Qual seria a sua resposta?

Uma coisa eu tenho certeza, sua resposta será exatamente na proporção daquilo que você acredita que é, pode e merece.

Nesta fase 1 da roda da vida é onde descobrimos quem somos e também declaramos isso para nós e para o mundo.

Se você disser eu sou saudável, então agora você declara isso e com suas palavras começa a mudar a sua realidade.

Sim, acredite você ou não. Nossas ações verbais ou não verbais são conduzidas por causa da combinação química que é liberada em nosso organismo através da informação gerada no nosso cérebro.

Portanto se nós passamos a comunicar “eu sou saudável”o meu cérebro buscará em cada sinapse e suas 10 mil conexões, as memórias relacionadas a saúde. Por isso a importância da identidade clara e declarada em sua vida.

Aqui também encontram-se os seus valores pessoais, seus códigos de honra. Ou seja, os seus filtros que pré direcionam suas decisões.

Nossos valores mudam quando nossas crenças de identidade mudam.

Se por anos você declarou ser doente e hoje você declara sou saudável existe um novo caminho neural a ser construído (esse é o seu trabalho), enquanto Deus e o universo fará por você a parte de lhe trazer oportunidades para ter uma vida mais saudável.

A segunda etapa da roda da abundância é do verbo Solicitar.

A roda da abundância - solicitar

A roda da abundância – solicitar

Solicitar implica acreditar que é possível e realmente visualizar essa imagem.

Todos os recursos disponíveis são utilizados aqui.

A melhor forma de manisfestar sua crença de que é possível, é tirar do pensamento e levar para um papel.

Você já deve ter ouvido falar que tudo começa com uma ideia e é verdade. Nesta parte da roda, seus sonhos serão revelados assim poderemos trabalhar uma visão de futuro e eliminar os pensamentos e hábitos que te impedem de chegar la.

Lembre-se. Estamos falando da sua vida. Não queira descobrir tudo sobre você hoje pois isso não vai acontecer. Estamos em uma jornada.

Vamos para o outro lado da roda, onde temos o terceiro verbo Arriscar.

Arriscar aqui significa colocar energia na direção da sua visão de futuro. Significa ter foco ( saber dizer não para o que não faz parte da sua visão) e agir com disciplina e comprometimento.

Atitude é aquilo que a maioria das pessoas buscam em alguém mas não tem por si só, pois se tivessem, teriam abundância.

roda da abundância - arriscar

roda da abundância – arriscar

Sei que a frase acima é uma patada ou até mesmo um soco no estomago. Também sei que a vida já bateu mais forte em você. Dessa vez é diferente. Estamos construindo, pagando o preço do sucesso o que é diferente de não ter atitude e pagar o preço do fracasso.

Arriscar nem sempre é tão fácil mas é tudo que você precisa para receber.

Muitas pessoas doam, doam, doam e na hora de receber elas simplesmente não querem levantar para pegar o que é delas por merecimento.

Seja por causa de crenças, preguiça ou qualquer outra desculpa, arriscar é se jogar responsavelmente no mundo desconhecido onde estão as coisas, materiais ou não que você solicitou.

É entrando na caverna mais escura que você encontrará o seu tesouro. Ja dizia Joseph Campbell, escritor do heroi de mil faces e que fala muito bem sobre a jornada do heroi.

Não se assuste se oportunidades aparecerem depois de plantar princípios, de compartilhar, doar e declarar uma vida abundante. Não vá me dizer “isso ta bom demais pra ser verdade”. Não escute a voz limitadora que se baseia em suas memorias para questionar suas possibilidades.

Acredite na sua intuição pois ela é mais completa.

Ela é a união das suas memórias mas está conectada com a suas emoções e espiritualidade. Confie que você não está mais sozinho e aja.

Assim podemos ir para o quarto verbo da roda da abundância: Agradecer.

Gratidão é mais do que um verbo, é um estilo de vida.

roda da abundância - agradecer

roda da abundância – agradecer

Gratidão é mais do que um sentimento, gratidão é uma decisão.

Gratidão é o que você recebe quando decide agradecer. Esse é o paradoxo mais maravilhoso que já conheci.

Nesta etapa da roda da abundância devemos nos dar conta do quanto já fizemos, ja nos tornamos, já arriscamos e superamos medos.

Muitos dos medos ilógicos e muitas idéias fixas que na verdade só nos mantiveram estagnados por dias, meses ou anos em nossas vidas.

Não importa, chegou a hora de agradecer pela vitória ou pelo aprendizado. Agradecer e se perdoar. Saiba que o perdão e a gratidão estão disponíveis na mesma proporção para sua vida abundante. Se você não tem espaço para falhar você não tem espaço para crescer.

Por isso só cresce que arrisca, quem corre o risco e falha.

Durante os meus treinamentos, seja em empresas ou no meu Instituto, eu digo sempre para quem tem uma grande idéia ou quer empreender na vida ou nos negócios: FALHE RÁPIDO.

Leve o tempo que for para o resto mas Falhe logo, pois é assim que você descobrirá seu maior tesouro.

Veja, digo isso sempre de forma responsável, não há vitimas, culpados, e/ou desculpinhas esfarrapadas entre os meus mentorados e coachees ( clientes.), somente pessoas em constant crescimento seja celebrando vitorias ou falhando. Elas estão em movimento, crescendo, amadurecendo, agradecendo pela oportunidade de ter realizado independente do resultado.

E no final dos quarto verbos, o que eu devo fazer então?

Bom é simples, inicie tudo novamente, repita quantas vezes forem necessárias em palavras, ações e para si mesmo que é você, o que você quer, qual a sua visão, descubra e quebre suas crenças limitantes, arrisque-se fazendo algo diferente da ultima vez e agradeça por tudo e todos, inclusive e especialmente a você mesmo pela disciplina e comprometimento.

Sua vida, sua maior escola.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *