Transformação Pessoal – Não sabia que não sabia

Como se auto conhecer?
Como se auto conhecer – O que te faz PULSAR?
6 de julho de 2018
Tenha o auto controle de sua vida e saiba onde chegar
20 de julho de 2018

Transformação Pessoal – Não sabia que não sabia

Transformação Pessoal

Transformação Pessoal

“Não saber é convidar o aprendizado para entrar” – Tami S.

Conheça um pouco da minha Transformação Pessoal: Eu sempre quis transformar minha vida, transformar minha história, alcançar meus sonhos, ser transformada, mas passei 24 anos buscando ver uma mudança. Sinceramente as vezes me pego fazendo isso ainda de vez em quando…

Cresci no interior de São Paulo. Estudei em escola fazenda, andei de bicicleta na rua, fiz fogueira no inverno!

Até os 15 fui da turma dos surfistas. Andava de bermuda, chinelo ou aqueles tênis gigantes, regata e camisetas de surfistas, passava parafina no cabelo, usava sempre o mesmo colar de prancha de madeirinha.

Definitivamente, não conhecia nenhuma maquiagem, além disso era baterista de banda.

Depois fui pra turma dos roqueiros. Eu tinha aqueles coturnos pretos até o joelho, calças rasgadas, camisetas pretas com desenhos de caveira, etc. Tinha cabelo curto arrepiado que vivia trocando de cor…

Mudando, mudando, mundando…

Aos 18 entrei na faculdade de música e fui pra turma do jazz. Me achava! O que faz a turma do jazz? Basicamente tem papos filosóficos, enquanto duram os 2 maços de malboro filtro vermelho acompanhados do Whisky cowboy. Algumas saídas aos bares de jazz escondidos pela cidade, as vezes sozinha, as vezes não.

Não durei muito nessa turma graças ao meu professor de rítmica que descobriu que eu forjava as provas por não saber ler partituras na faculdade. Foi assim que eu descobri que atalhos não duram muito tempo. E assim seguiu a minha Transformação Pessoal.

Aos 19 já não fazia parte de nada e ao mesmo tempo de tudo. Foi quando estive na faculdade de publicidade. Tudo que eu conseguia fazer por mim nesta etapa era não fracassar. Definitivamente esse era o meu objetivo.

Depois fui pra turma dos trabalhadores rebeldes. Basicamente, eu era aquela jovem que fingia ser responsável para os amigos já que não tinha responsabilidade nenhuma e não queria ficar de fora já que muitos dos meus amigos tiveram que dar um “jeito na vida” e arruma algum dinheiro.

Mudei muito e muitas vezes, estive em diversos contextos, fiz muitas coisas. Conheci diversos países, diversas cidades, diversas pessoas. Entrei em milhares de enrascadas e me dei bem em muitas coisas.  Mudei de profissão 2 vezes e então mudei de país e eis que estava prestes a ver uma verdadeira mudança que fizesse sentido para mim.

Mudança ou Transformação Pessoal?

Você deve estar se perguntando qual é a diferença entre uma coisa e outra. Qual a diferença entre mudar e transformar-se? O lance é que o propósito de cada mudança que fiz continuou o mesmo. Por isso fazia da minha vida qualquer coisa, para qualquer propósito, bom ou ruim pra mim, bonito ou feio, com consequências graves ou não. Eu não sabia o que estava fazendo.

Então mudar é fazer diferente mas para o mesmo propósito, sabendo você que tem um ou não.

E transformar o que é então?

Tudo ficou mais claro quando um grande amigo me ajudou a entender que transformar é dar um novo propósito para algo. Ahá!

Eu entendi que, eu estava iniciando algo diferente de tudo que eu já tinha vivido antes e o nome disso

Transformação Pessoal

Estava finalmente dando um novo propósito para minha vida, percebendo a metamorfose.

Transformação Pessoal

Transformação Pessoal

Eu pude então entender que a minha vida toda eu mudei buscando transformar.  Podemos viver várias transformações. Transformar-se não é tão simples quanto fazer uma mudança. Transformar é ir na direção daquilo que sua mente te pede pra se afastar e fugir, é encarar você mesmo e aceitar quem você é, bonito e feio, junto, inteiro. Transformar é sentir-se fraco e ao mesmo tempo único. É vencer a si mesmo permitindo ser quem se é antes de qualquer atitude. É aprender amar. É por isso que o amor transforma tudo.

Como começou essa história?

Bem, quando morei em Los Angeles eu tive contato com algo que eu não havia tido antes, mesmo mudando de tribo, de corte de cabelo, de faculdade, de cidade, de casa… Eu finalmente estava em contato comigo mesma!

Morar em um país estrangeiro tem um grande valor, acredite, pois mais do que aprender uma nova língua, as experiências com diversas culturas são extremamente valiosas. Mas o que eu entendi ao final disso tudo é que o contato comigo mesma, foi muitas vezes dolorido, muitas vezes prazeroso, mas foi real.

É incrível o poder que tem estar sozinha em algum lugar, sentir medo, sentir-se sozinha, ou melhor, solitária algumas vezes e outras vezes livre.

É incrível o poder da transformação pessoal quando se tem coragem de verdadeiramente ficar consigo mesma. É uma alavanca para ganhar estrutura e caminhar rumo à descobrir o que importa de VERDADE.

Mas então o que é preciso para a Transformação Pessoal?

O que quero de fato dizer é que para transformar sua vida não basta mudar algumas coisas. É preciso entender que você tem um propósito e, enquanto não decidi-lo, você não será transformado, quer você mude de endereço, de tribo, de cidade, de país..

Isso não significa que feito uma vez está claro o resto da vida. Isso significa que você sabe que pode fazer de novo. Cada momento da vida, cada área da vida, cada contexto lhe mostrará uma forma de se transformar. A vida lhe dará dicas, oportunidades e fará convites para você sempre fazer boas escolhas.

Transformação Pessoal - escolhas

Transformação Pessoal – escolhas

Eu tinha sonhos naqueles dias, planos, vontades, mas também tinha a sensação de que não saía do lugar, estava sempre lá, no status quo.

Mas sem rodeios: nenhum avião decola para qualquer destino sem saber onde está!

Eu faço a mesma pergunta que me fiz aos meus clientes e amigos, e geralmente escuto a seguinte resposta: “eu sei onde estou, eu sei quem sou.”

Mas sem demora a maioria muda de idéia e compartilha: “é.. talvez eu possa descobrir melhor ”ou “ talvez eu não saiba”.

Você sabe onde está? Quem bom! Parabéns siga em frente. Mas se você tem dúvidas talvez esteja no Status Quo assim como eu estive.  E o que é o Status quo? É estar no mesmo lugar, sem movimento. A pergunta é: há quanto tempo você está neste lugar?

Sei qual é o sentimento de descobrir algo que não se sabia que não sabia. Porque eu continuo descobrindo, assim como você continuará sempre descobrindo isso pelo resto da vida.

Deixa eu contar o que percebi…

Eu havia negociado muitos sonhos, valores e entregado de graça para pessoas e situações que não fazia sentido entregar o controle disso tudo. A falta de alguma coisa que eu não sabia que nome tinha, me fazia trair a mim mesma e permitir estar em contextos completamente fora do rumo dos meus sonhos. A falta de conhecer a minha própria história, a vontade de viver, de ter a minha própria voz me fez perder tudo que eu precisava para realmente me bastar…

Se você se deu conta que também vive ou viveu isso, mesmo que seja uma leve impressão que algumas das coisas mais importantes da sua vida tenha se perdido, tudo bem,  respire fundo, seja honesto, gentil e quando estiver pronto decida. Tomar decisões é algo realmente assustador. Decidir escolher a si mesmo exige renúncia, entrega e redenção. É basicamente uma sensação de morte, mas é uma morte intelectualmente garantida. Uma morte de uma versão incompleta de si mesmo. No entando, emocionalmente, essa morte significa escuridão, significa um lugar sombrio, significa o novo, significa descobrir quem você é, sem esse medo, sem essa versão…

Leia também ~> Como se auto conhecer – O que te faz PULSAR

Mas decidir é preciso. Pequenos passos, passos simples são necessários. Dói, desgasta. Mas uma hora é necessário. Talvez encarar aquela pergunta que você tem evitado…. Eu me vendi?

Talvez sim, talvez não. Mas se você se vê sem perspectiva, sem sonhos, sem ação, nem noção… talvez você precise fazer essa pergunta e responder honestamente.

Se você puder fazer isso, poderá responder as perguntas abaixo:

O que você precisa comprar de volta? O que eu negociei que não deveria ser negociado? O que eu tomei posse, comprei, tornando parte da sua vida que atropelou os meus valores?

Verdadeiramente, tudo que você tiver coragem de revelar que negociou, vendeu ou comprou, poderá ser transformado.

Talvez já faça algum tempo que você evita perguntas como essa. Mas como eu disse, você está lendo esse livro para sair de velhas molduras. Velhas molduras deixam as coisas familiares. Velhas molduras podem ser velhos pensamentos, velhos sentimentos, velhos comportamentos…Enfim, deixar as coisas como estão.

Bem não existe transformação em meio a coisas familiares!

Portanto inicie agora a verdade com você mesmo.

“SONDE SUA ALMA, CUTUQUE SEU CORAÇÃO, ENCONTRE SEU ESPÍRITO E RECONHEÇA COMO ESTÁ A SUA VIDA” – TAMI S.

2 Comentários

  1. […] Você pode saber mais da minha transformação pessoal no link ~> Transformação Pessoal ou mudança […]

  2. […] Leia também ~> Transformação Pessoal ou mudança […]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *